Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
Follow - Liv - G8 Pub
  • Cesurg Sarandi
  • Cresol Sarandi
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Grossi Combustiveis
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Gostinho Della
  • Milani Corretora de Seguros
  • X & Cia
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • VS Gráfica Expressa
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Casarotto Imóveis
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Cotrisal
  • Restaurante 4 Ases
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Barbearia 84
  • Taura Auto Peças
  • Sicredi
  • Stamp Personalizados
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Spyder
  • Nina Comunicação Visual
  • Laboratório Sarandi
  • Rômulo De Cezaro
  • Home
  • Notícias
  • Saúde
  • Cresce a procura por fertilização in vitro por mulheres com mais de 40 anos, diz especialista

Siga nossa página

Cresce a procura por fertilização in vitro por mulheres com mais de 40 anos, diz especialista

 

not 20160707216668443 ggUma indiana de 72 anos deu à luz pela primeira vez no mês passado e chamou a atenção do mundo. O caso aconteceu em Amritsar (Índia). O pai do bebê, tem 79 anos.O casal se uniu em 1970 e, desde então, tentava ter um filho.

Após três abortos, depressão e a sensação de que nunca seria mãe, Daljinder ouviu pela primeira vez sobre fertilização in vitro. Decidiu se submeter ao procedimento, apesar da relutância inicial do médico por causa de sua idade. Mas tudo deu certo.Com óvulos e espermatozoides doados, Daljinder e Mohinder realizaram o sonho de ter um filho.

Em entrevista a Rádio Uirapuru, o ginecologista Tadeu Pereira explicou que o caso de fertilização dessa indiana é muito atípico devido a sua elevada idade. O especialista disse ainda que a medicina hoje possui modernas técnicas de reprodução humana que seleciona os embriões saudáveis, o que facilita a fecundação e aumenta a procura por esse serviço.

Dr. Tadeu destacou que a fertilização in vitro tem um alto custo, mas o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza para pessoas que precisam. Porém, o médico salienta que o sistema de saúde pública nesse caso, não custeia a medicação necessária nesse procedimento, que sozinha pode custar até R$ 6 mil.

O ginecologista na oportunidade disse também, que atualmente as mulheres estão deixando para engravidar mais tarde, depois que a vida está estabilizada, por volta dos 40 anos, quando a fertilidade se reduz a 40%.

Por Jornalismo Uirapuru 

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario novo 05 12 15

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Eficaz
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Estação Fitness
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Revista Spelho
  • Vimesq
  • Confecções Helenice