Cresol Sarandi
Follow - Liv - G8 Pub
Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cesurg Sarandi
  • Cotrisal
  • Barbearia 84
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Casarotto Imóveis
  • X & Cia
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Restaurante 4 Ases
  • Taura Auto Peças
  • ZF Colchões Bio Magistral
  • Gostinho Della
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Sicredi
  • Milani Corretora de Seguros
  • VS Gráfica Expressa
  • Rômulo De Cezaro
  • Nina Comunicação Visual
  • Laboratório Sarandi
  • Drággon Artigos Esportivos

Anvisa determina valor máximo a ser cobrado pela vacina da dengue

 

Preços para o consumidor devem variar entre R$ 132,76 e R$ 138,53.

Clínicas podem cobrar valor extra por aplicação e armazenamento.

vacinaO valor máximo cobrado pelas clínicas de vacinação em cada dose da vacina da dengue pode variar entre R$132,76 e R$138,53. A variação no preço se dá devido às diferentes alíquotas do ICMS vigentes no Brasil.

 

De acordo com as regras da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), que é a autoridade brasileira que regulariza os preços de medicamentos, as clínicas e serviços de imunização devem repassar ao consumidor a vacina pelo preço exato que foi comprada do fabricante. Mas, estes estabelecimentos podem cobrar pelo serviço da aplicação e do armazenamento da vacina.

 

Para evitar cobranças abusivas, o consumidor pode pedir a discriminação do preço cobrado pela vacina e pelo serviço cobrado em nota fiscal. Se o valor for maior que o estabelecido pelam CMED, o  estabelecimento pode ser multado entre R$ 590 e R$ 8,9 milhões.

 

As denúncias sobre cobranças abusivas podem ser encaminhadas por email (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ) para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A comprovação do preço abusivo também devem constar na denúncia.

 

Nos casos em que o consumidor considere abusivas as cobranças pelos serviços de aplicação da vacina, os órgãos de defesa do consumidor como o Ministério Público e o Procon podem ser procurados.

 

Do G1 RS

DiárioRS

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e  fique informado sobre as notícias da região.

rodape diario novo 05 12 15

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Estação Fitness
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Eficaz
  • Lancheria Grenal do Tainha
  • Vimesq
  • Revista Spelho
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice