Grossi Combustiveis
Follow - Liv - G8 Pub
Cresol Sarandi
Cesurg Sarandi
  • Grossi Combustiveis
  • Follow - Liv - G8 Pub
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Cotrisal
  • Gostinho Della
  • Milani Corretora de Seguros
  • Sicredi
  • Instituto Vida NOva
  • Barbearia 84
  • Rômulo De Cezaro
  • VS Gráfica Expressa
  • Teloken Engenharia LTDA
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Bortoluzzi Odontologia
  • Casarotto Imóveis
  • Fornari Advogados Associados
  • Parada Obrigatória Consultoria e Assessoria de Multas de Trânsito
  • X & Cia
  • Laboratório Sarandi
  • Restaurante 4 Ases
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Nina Comunicação Visual
  • Taura Auto Peças
  • Signomar Comércio de Bebidas

Siga nossa página

Ministério determina recolhimento de todas as cervejas da Backer

 

Na semana passada, exames laboratoriais realizados pela Polícia Civil de Minas Gerais identificaram a presença da substância dietilenoglicol em amostras

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento determinou que a cervejaria Backer retire de circulação todas as suas cervejas e chopes produzidos desde outubro do ano passado até hoje (13). A suspensão da venda se manterá até que fique assegurado que os outros produtos da Backer não estão contaminados. “A medida é para preservar a saúde dos consumidores”, disse o ministério, em nota.

Na semana passada, exames laboratoriais realizados pela Polícia Civil de Minas Gerais identificaram a presença da substância dietilenoglicol em amostras de ao menos dois lotes da cerveja Belorizontina, produzida pela Backer. Uma pessoa morreu e pelo menos dez pessoas foram intoxicadas após consumirem a cerveja.

Segundo a própria empresa, o dietilenoglicol não faz parte do processo de produção de suas cervejas. De acordo com o ministério, em nota, não existem evidências laboratoriais de presença da substância em outros produtos da Backer. “Estes produtos estão sendo analisados e, caso existam resultados positivos, novas medidas serão adotadas”, acrescentou a pasta.

A cervejaria foi interditada pelo ministério, e 139 mil litros de cerveja e 8,4 mil litros de chope já tinham sido apreendidos. Hoje a Polícia Civil informou que um terceiro lote da Belorizontina também está contaminado. Também foram encontrados vestígios das duas substâncias tóxicas nos equipamentos de resfriamento usados na produção da cerveja.

4f7c6aed735d3e70b42b1b7cf287920f

Agência Brasil

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • Revista Spelho
  • Estação Fitness
  • Confecções Helenice
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Vimesq
  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Eficaz