Cesurg Sarandi
Grossi Combustiveis
Cresol Sarandi
Chini Centro Auditivo
  • Grossi Combustiveis
  • Cresol Sarandi
  • Cesurg Sarandi
  • Chini Centro Auditivo
  • Laboratório Sarandi
  • Master Informática
  • Fornari Advogados Associados
  • VS Gráfica Expressa
  • Casarotto Imóveis
  • Clínica Estética Vitallitá
  • Gostinho Della
  • PróVida
  • X & Cia
  • Drággon Artigos Esportivos
  • Barbearia 84
  • Signomar Comércio de Bebidas
  • Taura Auto Peças
  • Rembecker Estruturas Metálicas
  • Milani Corretora de Seguros
  • Cotrisal
  • Consórcio Sarandi
  • Farmácia Nossa Senhora de Fátima
  • Dec´s
  • Teloken Engenharia LTDA

Câmara deve votar hoje aumento da validade e de pontos da CNH

Há alteração na regra das cadeirinhas e possibilidade de prender motorista embriagado

O projeto que altera itens do Código de Trânsito Brasileiro (PL 3267/19) volta à Câmara nesta segunda-feira. Aprovado em junho pela Casa depois de um ano de discussões, ele teve pontos modificados no Senado e, por isso, precisa de nova avaliação dos deputados federais.

É nesse projeto que ficou estabelecido, com aprovação nos dois plenários, que a carteira de motorista passa a ter validade de 10 anos, mas somente para os condutores com até 50 anos de idade. A regra geral era de 5 anos.

Também ficou definido que para perder o documento a pontuação pode variar de 20 pontos (como é hoje) a 40, se a maior parte das infrações for leve ou média.

O uso obrigatório das cadeirinhas infantis também passou nas duas Casas, mas no Senado ganhou mais detalhes, exigindo-se adequações ao peso e à altura das crianças com até 10 anos de idade. É um dos temas a ser discutido pelos deputados.

Outro é a possibilidade de prisão para motoristas embriagados que provoquem acidentes graves. O texto aprovado em junho na Câmara previa penas alternativas à perda da liberdade.

Os senadores também incluíram como infração grave, punida com multa, o ato de transportar ou manter embalagem não lacrada de bebida alcoólica no veículo em movimento, exceto no porta-malas ou no bagageiro.

O relator no Senado, Ciro Nogueira (PP-PI), afirmou que seus companheiros apresentaram 101 emendas ao projeto, das quais ele acatou nove: em três alterou apenas a redação e em outras seis mudou o mérito.

Cmara deve votar hoje aumento da validade e de pontos da CNH

Fonte: R7/Foto: Marcos Santos / USP Imagens / CP

CLIQUE AQUI, curta a Fan Page do site e fique informado sobre as notícias da região.

O DiárioRS não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse, as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

  • SCT Construtora e Incorporadora LTDA
  • Drago Restaurante e Pizzaria
  • Confecções Helenice
  • Eficaz
  • Estação Fitness
  • Revista Spelho